Serviço Social

Serviço social

Tem como pilares fundamentais os princípios dos Direitos Humanos e da Justiça Social, procura a resolução de problemas concretos, a prevenção de disfunções e a promoção da mudança, numa perspetiva emancipatória de capacitação e empoderamento.

Contempla uma visão integral da realidade através do estudo, diagnóstico e orientação direcionada para a(o) cidadã(o), procurando aproximar as respostas existentes às suas necessidades, considerando-o como ser simultaneamente único e portador de diversidade social, psicológica, biológica, cultural, ambiental e espiritual.

O Serviço Social enquadra-se na orgânica hospitalar como unidade de suporte à prestação de cuidados de saúde e configura-se como elo de ligação e interlocutor privilegiado entre o utente, a família, a equipa e a comunidade.


QUEM SOMOS

Helena Alçada:
Responsável pelo Serviço Social e Gabinete do Cidadão
Elemento da Equipa Técnica da Unidade de Convalescença (UC).
Correio eletrónico: maria.alcada@hovar.min-saude.pt

Ângela Guerreiro:
Responsável pelo Apoio do Serviço Social ao Internamento, Medicina Interna e Especialidades Cirúrgicas
Elemento da Equipa de Gestão de Altas (EGA).
Correio eletrónico: angela.guerreiro@hovar.min-saude.pt

Mara Aleixo:
Elemento da Equipa da Unidade de Convalescença.
Apoio Social à Consulta Externa
Correio eletrónico: mara.aleixo@hovar.min-saude.pt


MISSÃO E VALORES

  • O Serviço Social tem como missão contribuir para a elevação da qualidade e humanização dos cuidados de saúde.
  • O Serviço Social tem como visão o reconhecimento das(os) cidadãs (o)s como parceiros.

CONTACTOS

  • Presencialmente de segunda a sexta-feira das 08h30 às 18h00.
  • Correio eletrónico geral do serviço social: servico.social@hovar.min-saude.pt
  • Contacto telefónico: 256 579 200 e/ou 256 249 642.

Unidade de Suporte Psicológico

Informação brevemente disponível

Equipa de Gestão de Altas

COORDENADORA

  • Maria Júlia Lopes Oliveira, MED

 

MEMBROS

  • Ângela Maria Duarte Guerreiro, TSSS
  • Maria Fernanda Soares Rocha, EC
  • Ana Mara Reis Aleixo, TSSS (adjunta)
  • Cláudia Sofia Silva Martins, MED (adjunta)
  • Iva Mª Ferreira Cardoso Silva Pinto, ENF (adjunta)

Serviços Farmacêuticos

Organograma Serviços Farmaceuticos

 

“ Nenhum de nós é tão bom, quanto todos nós juntos!”

 

Equipa

Farmacêutica: Márcia Valinho
TSDT: Adília Alves; Catarina Pinto; Filipa Sarmento, Andreia Leite
AT: Sara Veiros
AO: Goreti Marques


 

Missão

Enquadrada na missão do hospital “Mais e Melhor saúde, Perto de si” com “Melhor Serviço Público”, a missão da equipa da Farmácia é a prestação de cuidados farmacêuticos junto dos Serviços clínicos e dos seus doentes, garantindo uma terapêutica farmacológica segura e efetiva, procurando a melhoria contínua dos cuidados prestados ao cidadão.

 


 

Valores e Princípios

  • O cidadão como centro do sistema de saúde
  • Universalidade e equidade no acesso aos medicamentos
  • Orientação para a satisfação das necessidades dos cidadãos assegurando a sua participação
  • Respeito pela Dignidade Humana e pelos direitos dos doentes
  • Espírito de equipa, União, Compromisso e Desenvolvimento humano
  • Ética profissional
  • Competência técnica
  • Rigor, Integridade, Transparência e Responsabilidade
  • Qualidade e Melhoria contínua
  • Respeito pelo ambiente

 


 

Objetivos

  • Prestar cuidados farmacêuticos de qualidade em tempo adequado, com eficiência e em ambiente humanizado;
  • Prestar assistência farmacêutica integrada ao doente e à equipa de assistência multidisciplinar;
  • Aumentar a intervenção junto aos serviços e doentes, na monitorização da prescrição e administração de medicamentos, mas também na reconciliação da terapêutica e no ensino ao doente;
  • Otimizar a utilização dos recursos disponíveis;
  • Prosseguir a melhoria contínua da qualidade;
  • Promover o desenvolvimento profissional dos seus colaboradores;
  • Promover o uso racional do medicamento;
  • Contribuir para a segurança do doente.

 


 

Atividades

  • Gestão do Medicamento
    •    Racionalização do uso do medicamento, através da utilização custo-efetiva das opções terapêuticas disponíveis
    •  Garantia da melhor utilização dos recursos financeiros, nomeadamente, obtenção de melhores rácios risco/benefício e custo/utilidade decorrentes da utilização dos medicamentos verificando ganhos mensuráveis em saúde e em eficiência da produção hospitalar.

 

  • Distribuição de Medicamentos
    •   Garantir o acesso aos medicamentos e produtos de saúde, com prestação de cuidados farmacêuticos, para cumprimento de um plano farmacoterapêutico, a pessoas com doença.
    •   Pretende-se com um processo eficiente uma melhor gestão da despesa com medicamentos e produtos de saúde e uma maior segurança dos doentes, associada a uma diminuição de erros relacionados com a dispensa e a administração. A distribuição visa garantir a disponibilidade do medicamento e produto de saúde, onde e quando necessário, e garantir o cumprimento dos procedimentos legais que envolvem o medicamento e produtos de saúde.

 

  • Farmacotecnia
    •    As preparação de formulações destinadas essencialmente a:

    • Doentes individuais e específicos;
    • Reembalagem de doses unitárias sólidas;
    • Modificação do ponto distribuição de medicamentos retirando o que lá se encontra e inserindo.

 

  • Otimização da terapêutica
    •    Validação da prescrição

 

  • Segurança e Farmacovigilância
    •    Monitorização do uso do medicamento
    •    Registo de incidentes e gestão de alertas
    •    Minimização do erro e maximização da segurança do doente

 

  • Participação em Comissões Técnicas e grupos de trabalho
    •    Comissão de Farmácia e Terapêutica
    •    Comissão de Qualidade e Segurança do Doente
    •    Comissão de Ética
    •    GCL-PPCIRA
    •    Comissão Local de Informatização Clinica
    •    Equipa Ulceras de Pressão
    •    Grupo de Monitorização de Prescrição Médica

 

  • Atividade Docente
    •    Colaboração em ações de formação, em articulação com a Unidade Formativa, assim como na formação dos futuros profissionais dos Mestrados Integrados em Ciências Farmacêuticas e Farmácia, de acordo com os protocolos existentes com as respetivas Escolas e Universidades.

 


 

Funcionamento

  • A equipa dos Serviços Farmacêuticos dá assistência nos dias úteis de segunda a sexta-feira no seguinte horário: 08h30 às 17h30.

 


 

Contactos

Geral: (+351) 256 590 003

LOCALIZAÇÃO:  Hospital Dr. Francisco Zagalo

Equipa Intra-Hospitalar de Suporte em Cuidados Paliativos

Médica:
Maria Inês Almeida Costa

Enfermeira:
Joana Alexandra Baptista Rente

Assistente Social:
Ângela Maria Duarte Guerreiro

Psicóloga:
a designar

 

A equipa de Cuidados Paliativos do Hospital Francisco Zagalo exerce a sua atividade assistencial durante 10 horas semanais, distribuídas da seguinte forma:

  • Segunda-feira das 9h às 14h, com consulta externa nas instalações do hospital e apoio em regime de consultadoria aos serviços de internamento
  • Quarta-feira das 9h às 14h, com consulta externa ao domicílio

O acompanhamento pelos Cuidados Paliativos destina-se a indivíduos com pelo menos 18 anos de idade e doença incurável, avançada ou progressiva oncológica ou não – com o objetivo de:

  1. abordar e controlar sinais e sintomas geradores de stress e sofrimento intenso;
  2. gerir decisões associadas ao fim de vida;
  3. acompanhar e orientar os cuidadores no que respeita à prestação de cuidados, processo de morte e processo de luto.

A referenciação dos doentes pode ser feita:

  1. através de e-mail ou contacto telefónico pelo médico de família, complementado por pedido formal de consulta pelo sistema “Alert P1”
  2. através de e-mail ou contacto telefónico pelo médico que acompanha o utente noutra instituição, com envio de informação clínica atualizada

A equipa pode ser contactada telefonicamente pelo número 969 704 108 todos os dias úteis das 9h às 13h e/ou por e-mail para o endereço eletrónico equipa.paliativos@hovar.min-saude.pt.

Esterilização

Organograma Esterilizacao

 

ENFERMEIRO RESPONSÁVEL:

Ângela Maria Oliveira Fardilha Pinho

 

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO

  • Segunda a sexta: 09h00 às 20h00

Serviço de Imagiologia

serv. imagiologia

RESPONSÁVEL

RESPONSÁVEL – TSDT

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO

  • Segunda a sexta: 08h00 às 20h00
  • Sábado: 08h00 às 13h00

Serviço de Medicina Física e Reabilitação

Organograma SMFR

Unidade de Nutrição e Dietética

Organograma Serviço de Nutrição e Dietética

Unidade de Nutrição e Dietética

Responsável

  • Sheila Daniela Ribeira Patinha

Nutricionista

  • Ana Catarina Coelho

Bloco Operatório

Organograma BO

 

MISSÃO

O Bloco Operatório efetua intervenções cirúrgicas programadas (convencional e ambulatório). É nossa missão atender às necessidades cirúrgicas do doente, promovendo a sua satisfação, bem como a dos nossos colaboradores.

 


QUEM SOMOS

  • Responsável: Dr. José Alberto Roseta Duarte
  • Enfermeiro Chefe: Lúcia Monteiro
  • Equipa: 6 enfermeiros e 2 assistentes operacionais

 

Para a realização dos programas cirúrgicos, a equipa é composta por:

  • 2 cirurgiões
  • 1 anestesista
  • 4 enfermeiros destacados especificamente para as funções de instrumentação, apoio à anestesia e circulante
  • 1 assistente operacional

 


O QUE FAZEMOS

O Bloco Operatório está localizado no piso 1, numa área isolada de circulação geral, com fácil acesso ao Internamento, Esterilização, bem como aos Serviços de Apoio, quer por escada quer pelo elevador.

O funcionamento do Bloco Operatório é organizado, tendo em conta a existência de uma única sala, só para intervenções programadas, enquadradas nas cinco valências cirúrgicas existentes na Instituição (Cirurgia Geral; Ortopedia; Urologia; ORL e Oftalmologia). A cirurgia programada decorre de segunda a sexta-feira entre as 8h00 e as 20h00.

A sala operatória dispõe de equipamento específico, que permitem a realização de procedimentos cirúrgicos nas diferentes valências, sendo a maioria destes realizados em ambulatório.

No fim da cirurgia o doente é levado para o recobro, onde é efetuada a vigilância e monitorização de parâmetros vitais e a administração de terapêutica, essencialmente para controlo da dor pós-operatória, enquanto recupera da anestesia, para posteriormente ser transferido para a enfermaria. O recobro é composto por uma cama monitorizada e que funciona entre as 8h00 e as 20h00 horas, de segunda a sexta-feira.

 


CONTACTOS

Laboratório de Análises Clínicas

Anestesiologia

INTRODUÇÃO

Embora aparentemente anestesia  seja uma especialidade que labora em 2º plano no procedimento cirúrgico, tem o início da sua ação desde o momento da consulta até a alta hospital do doente.

É da sua competência, não só proporcionar as condições ideais para a realização do procedimento cirúrgico, mas também garantir a segurança e controlo da dor durante toda permanência do doente na instituição.

A nossa principal meta é um procedimento de qualidade, segurança e tratamento eficaz da dor.

Permanecer atualizados e acompanhar os avanço da nossa arte, são elementos que nos permitem atingir as metas a que nos propomos.


RESPONSÁVEL
  • Eulália Fernandes

 CONTACTOS
  • Contacto telefónico: 256 579 200 e/ou 256 249 642.