Ir para o conteúdo

Clínicos e outros profissionais com acesso remoto às ferramentas informáticas

A medida possibilita que os clínicos e outros profissionais do HFZ– Ovar possam realizar teletrabalho.

O Hospital Dr. Francisco Zagalo – Ovar (HFZ-Ovar) permite aos médicos acesso remoto à informação clínica, através de VPN, assegurando-lhes os meios tecnológicos adequados, sempre que necessário, para o exercício da sua missão. Esta medida estende-se a outras áreas profissionais, designadamente a administrativas.

“A medida possibilita que os clínicos e outros profissionais possam realizar teletrabalho, monitorizar os doentes, fazer consultas não presenciais, prescrever fármacos de forma desmaterializada, bem como aceder, no caso da componente administrativa, a várias ferramentas utilizadas no hospital”, explica o presidente do Conselho Diretivo do HFZ-Ovar, Luís Miguel Ferreira.

O acesso remoto será ativado aos médicos e outros profissionais que possam vir a entrar em período de quarentena e/ou isolamento, podendo desta forma apoiar – à distância – os seus colegas na prestação de cuidados e nas várias tarefas administrativas que se vão colocando à instituição. Também se aplica aos profissionais que, no quadro da gestão interna de equipas no contexto da pandemia, se encontram em suas casas em teletrabalho.

“Com esta ferramenta, estamos também a contribuir ativamente para o apoio dos doentes crónicos e dos mais vulneráveis, bem como para assegurarmos as tarefas diárias que não podem parar”, vinca Luís Miguel Ferreira.

“Todas as nossas ações são tomadas sempre numa lógica de segurança, quer para os utentes quer para os nossos colaboradores”, acrescenta o presidente do Conselho Diretivo do HFZ-Ovar.

imagem do post do Clínicos e outros profissionais com acesso remoto às ferramentas informáticas
Partilhar: